Pages

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

leia nas entrelinhas



Eu sinto a sua falta.
Assim, sem rodeios.

Sinto falta de ter ao meu lado a todo momento; de conversar abertamente, sobre qualquer assunto; da sua cumplicidade; da sua compreensão; da sua proteção; do seu antigo eu.

Você era uma das coisas mais certas da minha vida, e agora, no meio de tantas mudanças e tantas rotinas, a gente se perdeu.
E, dessa vez, nem um pedido de desculpas banhado em lágrimas, vai poder consertar as coisas.

Eu mudei, você mudou.

Mas e quem vai fazer planos e sonhos comigo? Quem vai fazer uma cápsula do tempo? Quem vai tentar me proteger até de uma mosca? Quem vai ficar até tarde, olhando as estrelas comigo?
E eu tento esconder esses sentimentos e fingir que já não sinto a dor da sua ausência, mas tudo me lembra você.

Porque, talvez, você seja a única causa desse vazio inexplicável que eu venho sentindo.

E hoje, o que eu mais queria era poder voltar no tempo e mudar tudo, e te ter de volta.
Sei que é inevitável, mas não sei se estou preparada pra dizer adeus.
E se já for tarde demais, então só o que me resta é agradecer por todas as conversas, confidências, risadas, abraços e lágrimas.
Obrigada por um dia ter sido parte tão importante da minha vida.
E mesmo que essa seja apenas mais uma das várias cartas que nunca serão entregues, eu só queria te dizer que eu te amo.
Mesmo que não tenha sido pra sempre.

-
and with a tear in my eye, give me the sweetest goodbye that I ever did receive.
say goodbye and just fly away.
when you come back, I have some things to say


6 comentários:

Carlinha Guimarães disse...

Ficou tão lindo e verdadeiro. Tão fácil de todo mundo se identificar! Bendito salão inspirador! HAHAHAHA

Leyde disse...

Nossa, que sincero!
lindo e triste *-*
pq eu tenho a impressão que isso é meio pessoal? :X kkkkkkkkkkkk
muito, muito bom !
mas nunca diga nunca pra algo que parece totalmente perdido,o mundo dá tantas voltas e o destino as vezes nos faz esbarrar no que já estava esquecido.

V. Pavanelli disse...

gostei.... gosteii muito!

Carolina disse...

Cartas.
Tenho um fascínio por cartas.
essa carta é, ual, encantadora....
Eu gostei, muito.

Alile Dara disse...

Velho... Aff, me apaixonei por suas palavras.
E é verdade, o texto é fácil de ser absorvido como seu. Por mim, inclusive. Risos.

Anônimo disse...

Mas eu nunca vou te dizer adeus, não importa se haverá perdão entre tudo que houve. Viver,sem pensar que vc existe, pra mim, vai ser sempre impossível. e deixar de te amar,mesmo que eu queira,nunca conseguirei.