Pages

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Retrospectiva





É, ela não tinha do que se arrepender.
Fora um ano e tanto, afinal de contas!
Melhorara, no que prometera melhorar; corrigira uns erros do passado; e redefinira, finalmente, suas prioridades.
2009 havia sido um ano de aprendizados, conquistas, perdas, novas amizades, e com certeza, de novas experiências.
Não, ela não gostava de pensar muito sobre isso. Simplesmente porque quando pensava, mergulhava tão fundo nessa nostalgia, que voltar à tona, exigia toda sua força de vontade.
Às vezes, sentia falta de alguns bons e velhos amigos, dos quais, antigamente, ela achava humanamente impossível viver longe. Mas, mais uma vez, o destino lhe pregara uma de suas peças, e não restava nada a não ser aceitar, e esperar pra ver no que ia dar.
Também sentia medo do que estava por vir. Aquele friozinho na barriga, quando se espera o inesperado; mas havia também aquela adrenalina e excitação, perante a algo novo.

No fim das contas, tinha muito que agradecer, por umas pessoas abençoadas que surgiram e permaneçaram na sua vida, nesse ano. Que haviam feito dos seus dias, memórias inesquecíveis, que ela levaria para a vida toda. É, ela se tornara dependente de alguns deles, mas o que é de verdade, não vai embora, certo?

Aprendera muitas lições fundamentais também:

"Aprendi que certas pessoas vão embora da nossa vida de qualquer maneira, mesmo que desejemos retê-las para sempre.
Aprendi... Que vai demorar muito para me transformar na pessoa que quero ser, e devo ter paciência.
Mas, aprendi também, que posso ir além dos limites que eu próprio coloquei.
Aprendi que preciso escolher entre controlar meus pensamentos ou ser controlado por eles.
Aprendi que posso ficar furioso, tenho direito de me irritar, mas não tenho o direito de ser cruel.
Aprendi que, não importa o quanto meu coração esteja sofrendo, o mundo não vai parar por causa disso.

Aprendi que eu não posso exigir o amor de ninguém, posso apenas dar boas razões para que gostem de mim e ter paciência, para que a vida faça o resto."


No mais, não havia muito do que reclamar. É verdade que ela havia feito muitas burradas esse ano, mas 2010 tava vindo aí, cheio de oportunidades, pra crescer, consertar as pendências e tentar ser melhor.

Ando devagar porque já tive pressa, levo esse sorriso porque já chorei demais. Hoje me sinto mais forte, mais feliz, quem sabe; Só levo a certeza de que muito pouco eu sei, eu nada sei ♪
(créditos à http://www.blogger.com/profile/01959096742988658311 pela frase *-*)

FELIZ 2010!

6 comentários:

Anna Carolina disse...

Você é a melhorrr! Orgulho da minha amiga escritora! Eu não me canso de dizer que você escreve muito bem, e eu adorei isso que você falou aí! Feliz 2010, 2011, 2012, 2013 (só pq eu seiii que o mundo não vai acabar em 2012)... =D Tudo de bom meu amor, minha emo lida! Que Deus te abençoe! Muito sucesso!!! Ainda vou comprar um livro seu, eu sei disso! ;)

deh disse...

já disse que amo seus posts? puta merda vai escrever bem assim la em araquari ):

Leyde disse...

La em araquari! kkkkkkkkk' amei *-*
esse post me encheu de esperanças pra 2010, realmente todos merecemos uma nova chance pra consertar os erros, rever atitudes e melhorar consigo mesmo. E que venha 2010, cheinho de realizações e aprendizado \o/

Anaa disse...

Digamos que vivemos aprendendo e aprendemos uma com a outra (?)
E que venha 2010, e seja melhor ainda :B

(criatividade fail :S)

LiLa disse...

Feliz 2010, meu anjo!!
Tudo está mais do que certo, até os nossos erros.
beeeeijos =*

nah disse...

(risos)
pode ser neurose, mas eu me vi em algumas partes...
besteiras sempre fazemos, mas acho que 2009 pode se definir como uma montanha russa, com altos, baixos e viras de ponta cabeça.
esse ano ficará na história, na minha opinião, por causa das amizades.
obrigada por fazer parte do meu dia a dia
s2