Pages

sábado, 25 de julho de 2009

Desejos Íntimos


Não encontro palavras pra descrever o que se passa no meu íntimo.
Ou às vezes, até encontro, mas pronunciá-las, machuca mais do que sofrer em silêncio.
Guardo a dor só pra mim. Como se ela fosse algo precioso, que eu não quisesse dividir.
Tento esquecer, mas uma voz aqui dentro, está sempre a me lembrar, que não tem por que lutar,
Pois essa dor está cravada no meu coração e não tem pressa de sair.

Procuro uma distração, mas minha consciência grita coisas que eu não quero ouvir.
E não importa o quanto eu repita pra mim mesma: "Isso vai passar".
No fim, a realidade sempre ecoa, destruindo os meus mais tolos sonhos.

Tento te esquecer, mas você é como uma sombra.
E eu te vejo nas coisas mais banais, e sinto o seu perfume tão perto, que quase posso te tocar.
O seu cheiro fica impregnado em tudo, e me dói dizer, que isso me agrada.

Queria ter você por perto e o mais distante possível.
Queria te amar, sem sentir que isso é a maior estupidez do mundo.
Queria poder deixar o orgulho de lado e assumir que eu sinto a sua falta, sem morrer de medo do meu próprio julgamento.
Queria poder te abraçar e ficar sem essa sensação de perda.
Queria beijar-te longamente todos os dias. Um beijo longo, avassalador e apaixonado, que te fizesse sentir todo o meu desejo;
que expressasse todo o meu querer e angústia que sinto quando estou longe de ti.
Queria sentir o calor do seu corpo, junto ao meu.
Queria poder te tocar, sentir aquela sensação agradável de quando você segura a minha mão ou enlaça a minha cintura.
Queria não ter meu coração esmagado toda vez que você me decepciona com suas promessas vazias e palavras sem real valor.
Queria que você tivesse caráter suficiente pra assumir que você é o responsável
Por todos os seus atos impensados.
Queria acreditar quando você me diz que mudou, e que tudo vai melhorar.
Queria acreditar no seu melhor, e que você continua a mesma pessoa por quem eu me apaixonei,
Mas já não vejo razões pra isso.

Eu só quero te esquecer.
Ou pelo menos continuar mentindo pra mim mesma,
Fingindo que eu já não te amo mais.


Um comentário:

Leyde disse...

LINDOO, MÔITO BACÂNA!!!
serio Naah, voce tem muito talento, sei que sou uma leiga no assunto, mas me emociona *-*
que liindo , continue escrevendo q pelo menos eu estarei lendo :D